Make your own free website on Tripod.com
In Association with Amazon.com

150 Anos do Nascimento da Princesa Isabel

English translation below

Princesa Imperial e herdeira do Trono nasceu no Paço dé São Cristóvão, Quinta da Boa Vista, Rio de Janeiro, em 29 de julho de 1846. Na mesma cidade, em 15 de outubro de 1864, contraiu matrimônio com o Príncipe Gastão de Orléans, Conde d'Eu, primogênito do Duque de Nemours e neto de Luís Filipe, Rei dos Franceses, tendo sido seus filhos os Príncipes Dom Pedro de Alcantara, Dom Luís e Dom Antônio.

Por três ocasiões em razão das viagens de Dom Pedro II ao exterior, foi Regente do Império: da primeira, de 25 de maio de 1871 a 31 de março de 1872; da segunda, de 26 de março de 1876 a 25 de setembro de 1877- e finalmente, de 30 de junho de 1887 a 22 de agosto de 1888, ano em que, usando das prerrogativas de Princesa Imperial Regente, sancionou, em 13 de maio, a LEI ÁUREA, extinguindo a escravidão, o que levou S.S. o Papa Leão XIII a conferir-lhe a Rosa de Ouro.

Era Grã-Cruz da Ordem Imperial do Cruzeiro, de Pedro I, Fundador do Império do Brasil, da Rosa, de Santiago da Espada de São Bento de Avis e de N.S. Jesus Cristo reformadas estas últimas no Brasil; também lhe foram concedidas a Ordem de Santa Isabel, de Portugal, a da Cruz Estrelada, da Áustria, e a das Damas Nobres de Maria Luísa, da Espanha.

Com a queda do regime monárquico, acompanhou a família ao exílio falecendo, em 14 de novembro de 1921, no Castelo d'Eu, na França onde residia. Seu corpo foi levado para o Panteão dos Orléans em Dreux, tendo sido também ali depositado o de seu marido. Trasladados para o Brasil a bordo do cruzador Barroso, chegaram ao Rio de Janeiro no dia 7 de julho de 1953 onde permaneceram até 12 de maio de 1971, quando vieram para ser sepultados na cripta da Catedral de Petrópolis.

MUSEU IMPERIAL- IPHAN
Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional

150 YEARS OF BIRTH OF PRINCESS ISABEL

Imperial Princess and heiress to the throne, was born in the Paço de São Cristóvão, Quinta dc Boa Vista, Rio de Janeiro, on July 29, 1846. In the same city on October 15, 1864, she married Prince Gastão de Orléans Count d'Eu eldest son of Duke of Nemours and grandson of Luís Filipé, King of France. She bore three sons: Prince Dom Pedro de Alcantara, Dom Luís and Dom Antônio.

She was Regent of the Empire for three times when Emperor Dom Pedro II traveled abroad: the first time, from May 25, 1871, to March 31, 1872; the second, from March 26, 1876 to September 25, 1877; and finally, from June 30 1887 to August 22, 1888. During this last regency, using the prerogatives of the Imperial Princess Regent, she sanctioned on May 13, then Áurea" Law that extinguished the slavery. For this act, she was awarded the medal "Rose of Gold" by the Pope Leon XIII.

She received other awards such as the Grand-Cross of the Imperial Order of the Cruzeiro of D. Pedro I, Founder of the Brazilian Empire- the Rosa; Santiago da Espada- São Bento de Avis and Our Lord Jesus Christ, the last two reformed in Brazil; the Order of Santa Isabel from Portugal Cruz Estrelada from Austria; and the Damas Nobres of Maria Luísa from Spain.

With the fall of the monarchy, she accompanied the family to exile, and died on November 14, 1921, at the Castle d' Eu, in France, where she had lived ever since. He body was taken to the Orléans Pantheon in Dreux as well as her husband's. Removed to Brazil aboard of the cruise Barroso, they arrived in Rio de Janeiro on July 7, 1953, where they stayed until May 12, 1971. At this date they were brought to Petrópolis and buried in the Cathedral.

MUSEU IMPERIAL- IPHAN
Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional


Designed and maintained by FLB Enterprises

Chapters.ca